+55 (31) 9 9955 -3132 pessoa@carlospessoa.com.br

Dentista: Conquiste clientes ativos e atraentes

Existe um ditado no mundo corporativo que afirma: nenhuma organização pode garantir a manutenção do emprego de ninguém. Mas os clientes podem!

Portanto, a “chave” para prosperidade na odontologia é a existência de clientes atraentes e lucrativos.

Clientes são todos aqueles aos quais servimos e que necessitam de algo que podemos oferecer. Em outras palavras, sem cliente não temos a quem servir.

Você concorda que é desesperador para um dentista ou um consultor, observar sua agenda e perceber que ela está vazia de compromissos profissionais?

Todos ficam sem saber o que fazer.

É imperativo, então, agir para modificar essa realidade e reverter a situação.

Mas devo adverti-lo, meu caro dentista, que, se você imagina que vai conseguir conquistar novos clientes no “estalar dos dedos” ou “da noite para o dia”, é meu dever comunicar-lhe que essa expectativa, além de exageradamente otimista, não é razoável e deve ser repensada e reduzida a uma meta bem mais realista.”

Caminhos para conquistar clientes ativos e atraentes

Construir uma carteira de clientes “ativos e atraentes” leva tempo.

E se você não fizer qualquer ação para aumentar o número de clientes, esse tempo será muito mais extenso.

Para aumentar sua carteira de clientes você tem dois caminhos que podem ser simultâneos e ainda conseguem potencializar um ao outro:

  • No primeiro, mais de curto prazo, você age para consolidar sua atual carteira e aciona mecanismos para a busca de outros clientes

Você pode (entre outras) fazer algumas ações:

  • Retenção e fidelização dos atuais clientes ativos

De longe, o custo para manter um cliente ativo é consideravelmente inferior ao de conquistar um novo cliente.

E ele ainda pode ser considerado um poderoso meio para alavancar outros clientes. Esse fenômeno, que é a maneira mais confiável e legítima para confirmar seu valor, é conhecido como propaganda “boca a boca”. O cliente fidelizado representa uma célula que pode proliferar. Não o subestime.

  • Relações ou vínculos profissionais

O dentista pode também criar vínculos de referência com outros profissionais. Por exemplo, para um especialista em ortodontia, o relacionamento com médicos pediatras poderá render a indicação de muitos clientes.

  • Familiares e amigos

Evite, se possível, manter relação profissional com familiares e amigos porque, se houver algum problema profissional provocado por qualquer um dos lados, o relacionamento pessoal fica abalado.

Mas, tente captar clientes por indicação de familiares e de amigos (amigos dos familiares e a amigos dos amigos).

  • Convênios com empresas ou com planos de saúde

Costumam ser desvantajosos, porque aumentam seu faturamento e fluxo de trabalho, mas oferecem baixo resultado financeiro. Ou seja, muito trabalho e pouco lucro. Essa pode ser uma opção vantajosa apenas para quem está no início de carreira (recém-formados, por exemplo) ou para grandes clínicas odontológicas.

  • No segundo caminho, mais de longo prazo, você cria condições para que eles, os potenciais clientes, o procurem.

Com relação ao segundo caminho, mais de longo prazo e cujo objetivo é aumentar sua notoriedade para atrair os clientes, você terá que criar e consolidar uma imagem de competência e distinção por meio (também entre outras) de algumas ações sem qualquer custo de investimento:

  • Tente expandir sua base de contatos nas mídias sociais e use esses meios para divulgar seus trabalhos.
  • Crie seu próprio website, publique nele seus artigos, seus vídeos, suas atividades profissionais,
  • Constitua seu próprio “Canal” no Youtube e publique vídeos atraentes (e seus, de preferência).

Pense nisso!

Pin It on Pinterest

Share This