+55 (31) 9 9955 -3132 pessoa@carlospessoa.com.br

Como aumentar sua produtividade como dentista: Teoria X Prática

Meu caro dentista, você conhece o ditado “a teoria sem a prática é manca e a prática sem a teoria é cega”?

Os novos valores sempre serão desejados. Uma pessoa recém-formada não é desejada porque ainda não incorporou novos valores ao seu currículo.

Assim também, mesmo uma clínica odontológica ou um dentista bem-sucedidos acabarão declinando, se não lhes forem acrescentados constantemente novos valores.

Na verdade, nenhum sucesso do passado garante o bom desempenho no futuro, e são as ações no presente que irão criar esse futuro.

O longo prazo não é algo que acontece um dia, ele resulta das inúmeras decisões que tomamos diariamente.

Como disse Mahatma Ghandi: “O futuro depende daquilo que fizermos no presente”. Ou, em outras palavras, “as flores de amanhã são as sementes de hoje”.

Portanto, o futuro não é o que acontecerá, ele já está acontecendo.

Por isso, meu caro dentista, para poder usufruir dos benefícios que sua profissão pode lhe oferecer lá na frente, você tem que começar agora a investir na sua carreira.

Na primeira edição do filme “Rocky, um lutador” (1976), o ator Sylvester Stallone (no papel do pugilista Rocky Balboa) mostra sua preparação para uma luta em cenas rápidas de poucos minutos: dá murros em um saco de areia, pula corda e levanta-se de madrugada para correr pelas ruas cobertas de neve com seu treinador. E, no filme, ele já fica pronto para enfrentar seu adversário na luta.

Mas é uma incoerência alguém acreditar que é possível se preparar em um tempo mínimo para encarar um desafio. É claro que um boxeador não gasta apenas poucos minutos se preparando para uma competição. Mas muitas pessoas insistem em querer imitar as cenas desse filme.

Isso significa que muitas pessoas empregam pouquíssimo tempo na sua preparação, fazem um mínimo esforço aqui e ali, emendam uma pequena coisa com outra menor ainda e se iludem achando que já sabem tudo, que estão preparados para dar conta do que vier pela frente.

Esse conhecimento raso não é suficiente para ter condições de enfrentar as severas condições da competição no mundo profissional.

Todos querem aumentar a competência, mas nem todos estão dispostos a passar pelas atribulações necessárias. Não é possível investir apenas cinco minutos como no filme para estar apto a entrar no ringue e enfrentar os adversários ou, mesmo, encantar os clientes.

Esse comportamento denota uma imensa ingenuidade e equivale a pintar as lentes dos óculos de cor rosa, ignorando que a realidade é bem diferente.

Para ter condições de fazer apenas uma pequena diferença no desempenho, evoluir e estar apto a acompanhar a mudança dos processos e das novas realidades da odontologia, você tem que ler artigos, textos, revistas e participar de programas de desenvolvimento (cursos, palestras, workshops, seminários, congressos) não somente na sua especialidade, mas também em outros temas que possam enriquecer sua capacidade no trato das relações humanas. Seu objetivo é de se manter atualizado e renovar o seu repertório, inclusive a partir das experiências dos outros.

Sem dúvida, todas essas atividades tomam muito tempo, exigem muito trabalho, investimento financeiro, deslocamentos e viagens, o que, por consequência, acaba comprometendo muito os momentos de lazer com a família.

Mas sua carreira pertence a você. Portanto, não espere pela boa vontade de ninguém. Invista em você mesmo.

De alguma forma, você sairá do lugar comum, porque a escolha será sua.

Se você estiver no início de carreira, aproveite toda (toda mesmo) chance que puder para aprimorar sua habilidade prática como dentista e expandir os seus conhecimentos sobre a evolução tecnológica na odontologia.

E, mais importante, seja “expert” em relações interpessoais. Seja um exímio conhecedor da alma humana porque você poderá constatar depois que essa competência é fundamental para quem deseja alcançar a prosperidade.

Pense nisso…

Pin It on Pinterest

Share This