+55 (31) 9 9955 -3132 pessoa@carlospessoa.com.br

3 dicas essenciais para obter um início de carreira de Sucesso na Odontologia

Dentistas no início de carreira

O início de qualquer carreira profissional não é fácil para ninguém.

Mesmo para os dentistas, principalmente para aqueles que terminam de conquistar a graduação ou ainda estão no início de carreira, são grandes as dificuldades para investir no consultório odontológico e já ter uma agenda cheia de clientes.

Por isso, são forçados a buscar sua remuneração trabalhando “part time” para rentabilizar seu tempo profissional, optando por uma ou mais das seguintes alternativas (entre outras):

  • Consultórios dos pais, parentes ou amigos;
  • Atendimento aos conveniados dos planos de saúde;
  • Grandes consultórios odontológicos;
  • Empregos temporários em instituições e órgãos públicos;
  • Franquias de serviços odontológicos populares de baixo custo.

Entretanto, todas essas alternativas oferecem (em geral) uma relação custo/benefício pouco atraente pois proporcionam uma remuneração relativamente baixa em relação ao enorme esforço de trabalho que é exigido.

Para ficar livre dessas alternativas e melhorar consideravelmente sua remuneração, é necessário que o dentista tenha seu próprio consultório e consiga ter suficiente atratividade para conquistar clientes dispostos a pagar um preço “premium” pelos serviços odontológicos.

Mas, como fazer para alcançar a atratividade na odontologia?

Sem dúvida que a capacidade técnica, a destreza e a competência nos procedimentos odontológicos são indispensáveis para a construção da notoriedade e prestígio, mas a boa fama, entretanto, não está vinculada somente a isso, porque conhecemos dentistas competentes e com grande destreza que não são famosos.

É preciso algo mais...

Conheça  aqui as 3 dicas essenciais para obter um início de carreira de Sucesso na Odontologia

Quais são as reais vantagens ou os benefícios para os dentistas que conseguem conquistar a atratividade ou notoriedade na Odontologia?

  • Fidelização de clientes antigos

Fidelização dos clientes antigos, o que proporciona um enorme potencial de atratividade para novos clientes.

  • Preços “premium”

Possibilidade não só de cobrar preços justos e mais compensadores pelos serviços odontológicos “premium” prestados como também permitir ao dentista a possibilidade de escolher o tipo de cliente que desejará atender. Isso “não tem preço”!

 

1ª dica: “Posicionamento”

Você sabe o que é posicionamento?

Bem, posicionamento significa o primeiro a ser lembrado na mente das pessoas.

Pense agora nos seus colegas de profissão (inclusive você): quais são aqueles que mais se destacam nos diversos campos da Odontologia? 

  • Quem é o “Papa” da Odontologia estética?
  • E quem é o “Pelé” da implantodontia?
  • E da cirurgia, da ortodontia etc.?

Os nomes que você acabou de lembrar representam aqueles profissionais que têm o melhor posicionamento e, consequentemente, são os mais bem-sucedidos.

A razão desse sucesso é muito simples de entender, porque o posicionamento valida a atratividade por um determinado profissional (do dentista, no nosso caso).

Qual é a importância da atratividade?

Atratividade significa, basicamente, que os serviços profissionais de um específico dentista sejam muito desejados por todos aqueles que têm algum tipo de demanda odontológica na sua especialidade.

2ª dica: Percepção e competência

Ninguém vai obter fama, reconhecimento ou progresso simplesmente porque acha que merece. Alguém mais tem de pensar assim também.

Uma coisa é como você se vê; a outra é como você é percebido pelos outros. Na realidade, você é o que as pessoas percebem, ou seja, ninguém é o que pensa que é.

Portanto, para construir sua reputação, você deve influenciar a percepção das pessoas. Influenciar a percepção dos outros demanda um conjunto de ações.

Não basta ser competente, tem que parecer.

Portanto, a definição de competência também está vinculada à percepção dos outros, ou seja, competência é tudo aquilo em que você é bom e os outros acreditam. Portanto, temos que cuidar da nossa aparência, que deve ser adequada ao momento, ao local e à outra pessoa. 

3ª dica: O valor dos detalhes

A prestação de um serviço odontológico deve atender às expectativas dos clientes em relação a determinada demanda por meio de uma solução básica, mas que, também, deve ser ampliada para atender a outras necessidades, vamos dizer, secundárias e, muitas vezes, não explícitas pelos clientes.

Da mesma forma, o primeiro objetivo de um serviço odontológico é responder à necessidade primordial de saúde bucal do cliente, mas ele pode, entretanto, desejar mais do que sua necessidade primária.

Torna-se preciso, então, ampliar a solução proposta, oferecendo serviços adicionais. Em outras palavras, superar as expectativas.

Por exemplo, uma necessidade básica do cliente pode ser representada pela busca da sua saúde bucal ou estética.

Entretanto, suas necessidades secundárias (muitas vezes, não explicitas) podem considerar uma disponibilidade de agenda do dentista para atendimento no curto prazo, pontualidade, acolhimento, uma “escuta” refinada para identificar suas demais necessidades, expectativas e desejos.

O perfeito atendimento das necessidades básicas do cliente somado com a ampliação da solução para suprir também as necessidades secundárias (os detalhes) realmente farão a diferença na percepção do cliente.

Por isso, é inegável que uma forte atenção aos detalhes durante o desempenho de um serviço odontológico provoca uma enorme diferença no resultado percebido pelo cliente.

Pin It on Pinterest

Share This